UTM

e

UTM Endurance 110K, tudo se desenrola em torno da paisagem apaixonante do Marão (a entrada para um Reino Maravilhoso) e seus contrafortes: Alvão, Aboboreira, Matos e Meia Via. São montanhas rudes e de beleza singular, onde entre os abastecimentos correm ribeiros de água cristalina, encontram-se paisagens naturais arrebatadoras e aldeias de puro encanto. O KM Vertical do Marão e a Senhora da Serra esperam por ti!
Uma aventura por montanhas imponentes que desafiam as tuas forças físicas e onde só os mais vigorosos alcançarão a vitória.

0
quilómetros
0
horas limite
0
limite inscritos
percurso

5pontos

7pontos

420

O QUE

ver

e onde fotografar

  • A magia da cidade de Amarante: a Princesa do Tâmega.
  • A turística levada de Canadelo.
  • O Soberbo vale do Porto Velho.
  • A bucólica perdida aldeia de Pardelhas.
  • O amanhecer no alto da Senhora da Serra.
  • Os trilhos rurais das aldeias maronesas.
  • A necrópole megalítica da Aboboreira.
  • As exuberantes cascatas do Ribeiro da Goiva. E muito mais!

 

horários partida

// sexta, 27 de Março de 2020// 23:00 (Parque do Ribeirinho, Amarante)// tempo limite: 30 h

limite inscrições

500 pessooas

características

// 110 km e 7500 m d+// Cota máxima: Senhora da Serra, 1416 m.// Cota mínima: Pista do Formão, 58 m.// 3 serras, 1 cordilheira.// Grau de dificuldade: (7500/10)/110 = 6,8 pts // Itra: 110+ (7500/100) = 185 pts
Amarante – CANADELO

Inicia-se com uma pequena passagem pela zona histórica de Amarante. Daqui sairá para a periferia da cidade ora por estradas rurais, ora por trilhos, sempre a subir. Chegados ao Mosteiro de Gondar, desce-se por um belo trilho. Atravessando a ribeira do Marancinho é um sobe e desce, passando a Estalagem e capela de S. Bento. Estando a meio da primeira dura subida, baixa-se abruptamente até ao rio Olo e de seguida Canadelo.

  • 19,2 Km // 1.086 mD+ // 877 mD-
  • Tempo máximo: 5h00
Canadelo – Pardelhas

Segue-se por uma levada e por antigos trilhos, passando a ribeira surge uma antiga silha situada entre fragas e penhascos. Depois de se atravessar mais adiante uma ponte toma-se um caminho rural, passando pelo meio da aldeia de Campanhó. Correndo por trilhos que surgem encruzihando-se surgem umas antigas minas, o trilho inca, o curral do Freixieiro, o encanto rudimentar de Chão de Rosso; e após o seu ribeiro ascende-se a Pardelhas.

  • 10,8 Km // 813 mD+ // 565 mD-
  • Tempo máximo: 2h50’
PARDELHAS – MONTES

Deixa-se o conforto de Pardelas e parte-se de imediato à descoberta das maiores belezas desta trilha. Recomenda-se que saia do abastecimento bem agasalhado. Primeiro, todo o magnífico vale do Chão do Rosso e Olo, trilhos rasgados por entre as rochas, mais levadas e pináculos de se bradar aos céus. Para de seguida, penetrar no vale encantado do Porto Velho. É fácil se deixar apaixonar pelas belezas que se vai deparando. Aqui cada passo dado é a certeza de que o desafio nos faz mais felizes.

Chegados ao sopé de Pena Suar percorre-se um trilho rolante. Depois da antiga casa de guarda florestal, tomam-se trilhos pastoris para Covelo do Monte.

  • 14 Km // 918 mD+ // 819 mD-
  • Tempo máximo: 3h40’
COVELO DO MONTE – Ansiães

Segue-se por trilhos pastoris onde em tempos passados os carros de bois rasgaram as lajes dos caminhos. Da Ribeira do Covelo surge a dura subida ao Gavião. Desfruta-se da panorâmica e desce-se até entrar no mágico bosque da Lameira. Segue-se até à capela da Senhora da Moreira e precipita-se pelo antigo caminho romeiro até Ansiães, apelidada de d’O Coração do Marão

  • 11,7 Km // 715 mD+ // 904 mD-
  • Tempo máximo: 2h30
Ansiães – Montes

Partindo primeiro por um caminho rural, rapidamente se depara com uma tremenda parede até ao Alto das Veias e de seguida o Portal da Freita. Está feito o aperitivo, uma espécie de KM Vertical. Pede-se cautela. Estes dois cumes aquando se deparam com características meteorológicas invernais são temíveis. É uma tormenta.

Abrigue-se ao baixar a altitude, embrenhando-se por um maravilhoso bosque de bétulas. E surge a aldeia de Montes.

  • 10 Km // 1.031 mD+ // 700 mD-
  • Tempo máximo: 3h00
MONTES – SRA. DA SERRA

Desce-se por um “carrocel” para Cotorinho e até à ponte do Pisão. A exuberante beleza dos bosques que ladeiam o rio Moinhos retemperam as forças e dão animo para chegando à Prazeta se desafiar o KMV do Marão que só termina na Sra. da Serra.

  • 7,6 Km // 1.058 mD+ // 421 mD-
  • Tempo máximo: 2h30
Sra. da serra – póvoa

Percorre-se uma longa descida até à aldeia de Mafómedes. Pelo caminho as vistas são soberbas: cumeeira da Fraga da Ermida, Encosta das Lajes e Seixinhos. É até onde a vista alcança.

Volta-se a ganhar altitude por trilhos de pastoreio e após chegar ao colo, desce-se por uma mata exuberante até à povoação da Póvoa.

  • 13,2 Km // 578 mD+ // 1.319 mD-
  • Tempo máximo: 3h00
póvoa – Travanca do Monte

Toma-se um caminho passando pelo Penedo Longo.

Chegandos ao planalto de Corvachã deambula-se por entre as arestas das rochas, precipitando-se a baixar bruscamente por um single track até se encontrar com o Rio Carneiro. Tomando a subida final deste troço, a natureza brinda com uma vegetação exuberante. Pardinhas está admiravelmente inserida neste cenário mágico, e a água das suas fontes é a dádiva muito desejada que sacia e retempera e forças até alcançar Travanca do Monte. Aqui vive-se e respira-se o silêncio e a paz e encontra-se a plenitude dos sentidos.

  • 9 Km // 644 mD+ // 599 mD-
  • Tempo máximo: 2h40
Travanca do Monte – S. simão de gouveia

Travanca, o refúgio de Teixeira de Pascoaes, é ainda hoje enamorada por escritores e outros obreiros das artes. O seu encanto desperta-nos os sentidos para aquela que é a maior necrópole megalítica no norte de Portugal. O misticismo da serra da Aboboreira e os vestígios aqui encontrados são a perfeita harmonia para o encontro com os nossos antepassados, de há milhares de anos. Este encontro termina logo que se chega à Aldeia Velha. O cenário já mais bucólico é rapidamente invadido por uma sucessão exuberante de magníficas cascatas que percorrem o Ribeiro da Goiva. E chega-se ao parque de merendas de S. Simão de Gouveia.

  • 9,8 Km / 303 mD+ / 828 mD-
  • Tempo máximo: 2h50
S.SIMÃO DE GOUVEIA – AMARANTE

Ladeados pelas sucessivas cascatas do ribeiro da Goiva, desce-se até ao rio Ovelha. Toma-se uma pequena subida por uma levada abandonada. Em Salvador do Monte, depois de se atravessar a povoação, segue uma curta descida até ao Rio Tâmega. Percorre-se dois quilómetros junto ao rio por um percurso florestal e chega a Amarante.   

  • 7,7 Km / 325 mD+ / 439 mD- 
  • Tempo máximo: 2h00

Dizem

por aí

A prova foi brutal. Simplesmente a prova mais dura e desafiante que já fiz. Não pela extensão, mas sim por tudo o resto. As condições climatéricas adversas (apanhámos tudo… chuva, neve, granizo, gelo, vento, sol), tipo de terreno (muito muito técnico e também muito variado), altimetria (tanto positiva como negativa)… basicamente tudo!

Sérgio Neto

UTMe 2018

tabela de

passagens
Locais Km Distância Parcial Abastecimento Altitude Desnivel Parcial Subida Descida Desnivel positico acumulado Desnivel negativo acumulado Primeiro corredor Último corredor Barreiras horárias Coordenadas GPS
Amarante 0 0 Partida 76 0 0 0 0 0 23:00 23:10 23:10 41.267025 -8.080739
Canadelo 18,1 18,1 Abastecimento 285 209 933 724 933 724 1:00 3:40 4:00 41.323210 -7.972120
Pardelhas 28,8 10,8 Abastecimento 533 248 813 565 1746 1289 2:18 6:20 6:50 41.334990 -7.892269
Covelo do Monte 43 14 Abastecimento 632 99 918 819 2664 2108 4:03 9:50 10:30 41.300780 -7.951887
Ansiães 54,7 11,7 Base de Vida 443 -189 715 904 3379 3012 5:33 12:10 13:00 41.248399 -7.955183
Montes 64,6 10 Abastecimento 774 331 1031 700 4410 3712 6:55 15:00 16:00 41.266322 -7.879441
Senhora da Serra 72,2 7,6 Abastecimento 1411 637 1058 421 5468 4133 8:00 17:25 18:30 41.248187 -7.887284
Póvoa 85,5 13,2 Abastecimento 670 -741 578 1319 6046 5452 9:37 20:15 21:30 41.233340 -7.939713
Travanca do Monte 94,4 9 Abastecimento 715 45 644 599 6690 6051 10:44 22:50 0:10 41.215363 -8.004753
S.Simão de Gouveia 104,2 9,8 Abastecimento 190 -525 303 828 6993 6879 11:55 2:30 4:00 41.225246 -8.072071 *
Amarante 111,9 7,7 Fim 76 -114 325 439 7318 7318 13:00 3:30 6:00 41.267025 -8.080739
* Mudança de hora: às 01:00 adianta-se para as 02:00