UTM

UTM 55K, esta corrida irá partilhar parte do percurso e emoções com o trajeto mais longo; só de Covelo do Monte à serra da Aboboreira buscará outros trilhos, na senda de outros mais segredos. Não duvide da dureza deste desafio, pois a subida ao Gavião o marcará como umas das corridas mais fatigantes a que se atreveu. Seja resiliente! Deixe-se apaixonar por estes trilhos de puro encanto!

0
quilómetros
0
horas limite
0
limite inscritos
percurso

3pontos

6pontos

340

O QUE

ver

e onde fotografar

    • A magia da cidade de Amarante: a Princesa do Tâmega.
    • A tradicional ruralidade de Covelo do Monte.
    • O convite à contemplação da fauna e flora do bosque da Lameira.
    • O sossegado aconchego da singular aldeia de Travanca do Monte.
    • A necrópole megalítica da Aboboreira.
    • As exuberantes cascatas do Ribeiro da Goiva. E muito mais!

horários partida

// sábado, 30 de Março de 2019// 8:00 (Parque do Ribeirinho, Amarante)// tempo limite: 13h

limite inscrições

//500 pessoas

características

// 54 km e 3200 m d+// Cota máxima: Gavião, 1184m// Cota mínima: Pista do Formão, 58m// 2 serras, 1 cordilheira//Grau de dificuldade: (3200/10) / 55 = 5,8 pts//Itra: 55+ (3200/100) = 87 pts
Amarante – Covelo do Monte

Inicia-se o desafio com saída pelas ruas históricas de Amarante. Já fora da cidade ora por estradas rurais, ora por trilhos, mas quase sempre a subir. Chegados ao Mosteiro de Gondar, desce-se por um belo trilho. Atravessando a ribeira do Marancinho é um sobe e desce, passando a Estalagem e capela de S. Bento. Estamos perante a primeira dura subida até à Feiteira. Local de ventos fortes e muito frio. Já se vislumbra a aldeia ao fundo. Perde-se altitude, baixando-se por um barranco desafiante. E estamos em Covelo do Monte.

  • 16,8 Km // 1.100 mD+ // 541 mD-
  • Tempo máximo: 3h30
Covelo do Monte – Gião

Segue-se por trilhos pastoris onde em tempos passados os carros de bois rasgaram as lajes dos caminhos. Da Ribeira do Covelo surge a dura subida ao Gavião. Desfruta-se da panorâmica e desce-se até entrar no mágico bosque da Lameira. Toma-se uma descida mais exigente pela fraga de Leigido que leva até à levada do Tapado. E imediatamente a seguir está-se em Gião.

  • 11,9 Km // 686 mD+ // 856 mD-
  • Tempo máximo: 3h10
Gião – travanca do monte

Passando a aldeia de Gião desce-se por um belo trilho até ao rio Marão. Segue uma longa subida que chegando ao planalto de Corvachã vagueia por entre as arestas das rochas, precipitando-se a baixar bruscamente por um single track até se encontrar com o Rio Carneiro. Tomando a subida final deste troço, a natureza brinda com uma vegetação exuberante. Pardinhas está admiravelmente inserida neste cenário mágico, e a água das suas fontes é a dádiva muito desejada que sacia e retempera e forças até alcançar Travanca do Monte. Aqui vive-se e respira se o silêncio e a paz e encontra-se a plenitude dos sentidos.

  • 9,1 Km // 738 mD+ // 500 mD-
  • Tempo máximo: 2h20
travanca do monte – são simão de Gouveia

Travanca, o refúgio de Teixeira de Pascoaes, é ainda hoje enamorada por escritores e outros obreiros das artes. O seu encanto desperta-nos os sentidos para aquela que é a maior necrópole megalítica no norte de Portugal. O misticismo da serra da Aboboreira e os vestígios aqui encontrados são a perfeita harmonia para o encontro com os nossos antepassados, de há milhares de anos. Este encontro termina logo que se chega à Aldeia Velha. O cenário já mais bucólico é rapidamente invadido por uma sucessão exuberante de magníficas cascatas que percorrem o Ribeiro da Goiva. E chega-se ao parque de merendas de S. Simão de Gouveia.

  • 6,1 Km / 221 mD+ / 484 mD-
  • Tempo máximo: 1h40
s. simão de Gouveia – amarante

Ladeados pelas sucessivas cascatas do ribeiro da Goiva, desce-se até ao rio Ovelha. Toma-se uma pequena subida por uma levada abandonada. Em Salvador do Monte, depois de se atravessar a povoação, segue uma curta descida até ao Rio Tâmega. Percorre-se dois quilómetros junto ao rio por um percurso florestal e chega a Amarante.

  • 10,8 Km // 371 mD+ // 735 mD-
  • Tempo máximo: 2h30

Dizem

por aí

Super marcação!Definitivamente é uma corrida que deves considerar na tua época, um percurso técnico e com diversidade de paisagem, bom desnível e condições de clima…que adicionaram nível ao desafio de o concluir. Obrigada à organização e às pessoas de Amarante, divertimo-nos muito.

Miriam Ramirez

UTM2018

Tabela de

passagens

LocaisKmDistância ParcialAbastecimentoAltitudeDesnivel ParcialSubidaDescidaDesnivel positico acumuladoDesnivel negativo acumuladoPrimeiro corredorÚltimo corredorBarreiras horáriasCoordenadas GPS
Amarante00Partida76000008:008:108:1041.267025-8.080739
Estalagem S. Bento12.312.3 4713956912966912968:509:40 41.29533-7.99347
Covelo do Monte16.84.5Sólidos+líquidos63516440924511005419:2010:3011:3041.300780-7.951887
Lameira23.56.7 930-295640358174089910:1512:15 41.27654-7.94658
Gião28.75Sólidos+líquidos465-170464981786139710:4213:0514:4041.25342-7.98069
Travanca do Monte37.89.0Sólidos+líquidos7032387385002524189711:3115:0516:5041.21636-8.00419
S.Simão de Gouveia43.96.2Sólidos+líquidos440-2632214842745238112:0916:2018:3041.217126-8.003975
Amarante54.710.8Fim76-3643717353116311613:1019:0121:0041.267025-8.080739